Não nos chegou fazer stories nas urnas de voto. Tivemos de chamar ainda mais à atenção e lançar isto na Internet, para toda a gente saber que somos jovens votantes (não vá haver uma guerra e se lembrem de chamar para o primeiro plutão os brolhas que não votaram. Se isso acontecer estamos safos, até o Dia da Defesa Nacional foi assistido pelos três. Portanto, numa hipótese remota de guerra, estamos todos bem, vamos poder continuar nas nossas vidas normais enquanto os não votantes que não fizeram stories vão para a frente com uma carabina daquelas que encrava mesmo na altura em que precisamos mais, tipo como nos filmes, quando o carro que sempre funcionou perfeitamente, decide não funcionar quando estamos a fugir do Júlio, o Violador).

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *